12 de jul de 2011

Idades de Maior Risco para a Doença Carie!

Além de todas as causas conhecidas que determinam á doença cárie, existem fatores observados por nós Odontopediatras que não podem passar despercebidos...


Um deles é a idade do paciente...
Aos 6/7 anos a criança tem seu Desenvolvimento Psicológico diferenciado,
 têm a tendência a determinados comportamentos padrões:                                      
  • É o centro do seu próprio universo. Egocêntrica;
  • Sabe tudo e quer tudo à sua maneira;
  • É dominadora, obstinada e as vezes  agressiva;
  • Emocionalmente é excitável e desafiadora;
  • Tem a tentação de enganar, inventar, o que é mais percebido quando está brincando e nos hábitos diários (banho, escovar dentes, uso do fio dental, etc...);
  • Anseia o elogio e a aprovação;
  • Não tolera a crítica;
  • Reage lenta ou negativamente quanto a uma ordem, mas passado um tempo talvez obedeça espontaneamente;
  • Gosta de possuir grande número de coisas, mas não cuida;
  • Tem certa irresponsabilidade;
  • Está em plena adaptação a dois mundos: o de sua casa que lhe exige novas responsabilidades e o do colégio com todas as suas estruturas e regras;
  • Tem noção do bom e do mau, mas rudimentar, pois relaciona com atividades aprovadas ou desaprovadas pelos pais;
  • Começa a se conhecer, assim firma as bases para a sua auto valorização, que culminará e amadurecerá nos 7 e 8 anos.
É a época em que a criança se reconhece como pessoa e começa a ter mais liberdade e responsabilidade:
  • Leva dinheiro para o lanche na escola (olha o risco... come apenas o que quer!);
  • É responsável pelo próprio banho;
  • Faz a própria higienização bucal (outro risco- a coordenação motora ainda não está completamente desenvolvida);
  • Já podem passar a tarde na casa de coleguinhas (outro risco, hoje é mais fácil para as mães que trabalham deixar para o lanche salgadinhos, docinhos, refrigerantes, etc...), ficam sobre a responsabilidades de babás que não tem tempo ou autoridade para orientá-los quanto à escovação dos dentes ou tomar banho, etc...
    Como é nesta época que tornam-se responsáveis pelos seus hábitos diários, se estes não foram bem definidos e orientados, certamente serão deixados de lado ou serão feitos uma vez ou outra.


     Portanto, observou-se que o paciente ao completar seu primeiro ciclo de desenvolvimento  (entre 6, 7 anos) torna-se um paciente de risco para a doença cárie.

    É o momento em que a orientação dos responsáveis deve ser cuidadosa, pois apesar de ser a idade dos descobrimentos, de incentivo à independência, ainda precisam ser monitorados, precisam de atenção ("são o centro do mundo" e "fazem o querem", lembram?).


    Atenção: Cuidados maiores e orientações mais eficazes devem ser dispensados às crianças que usam aparelhos ortodônticos preventivos ou interceptativos. 


    Apesar de o Odontopediatra passar a responsabilidade dos cuidados e uso do aparelho para este paciente, ele está na idade de descobrir os seus limites e certamente irá testá-los.


    Eles se alimentam mais (estão em crescimento), a toda hora (motivo para tirar o aparelho), normalmente só escovam o dente 1 vez ao dia... 
    Mais, o que também acontece com o banho (dizem ter tomado e não tomam, ligam o chuveiro molham os cabelos e só!!!)
    Esquecem de usar o fio dental e de bochechar com o enxaguatório bucal, mas dizem que o fizeram!


    Os responsáveis devem orientar e direcionar essas crianças sem deixá-las perceber que isto está acontecendo. 

    A motivação aqui é essencial, com informações sobre o porque da necessidade da utilização do aparelho, a necessidade da limpeza, do cuidado maior são algumas alternativas para despertar o interesse pelo cuidado efetivo e preventivo necessário.


    Este paciente deve ir ao dentista a cada 3 meses.


    Deixemos que cresçam, mas com responsabilidade!



    Já aos 17,18 anos tem-se uma outra fase de alto risco de cárie.
                                                                                          
    • Época do primeiro amor!
    • Época de vestibular!
    • Época de escolhas!
    • Época de estudos intensivos!
    • Época de decisões!
    • Todas, situações de estresses...


    Hoje as escolhas destes meninos, quase adultos, tornam-se muito difíceis, (graças a Deus!) sintomas de um país em desenvolvimento. Existe um número variado e cada vez maior de profissões a escolher...


    Isto se transforma num momento único na vida de cada um, até superar todas as agruras que envolvem o angustiante conflito de definição profissional, que coincide com os primeiros amores, paixões e desilusões!








    O que  tem a ver este momento com os dentes?


    (Um parêntesis para a Rotina)
    Estudo...do colégio para o cursinho! 
    Almoço? 
    Fast food, não dá tempo para ir em casa!
    Do cursinho para os grupos de estudos com os colegas noite a dentro, incluindo namoros, paqueras...
    Lanches e Janta?
    Salgadinhos, sanduíches, biscoitinhos, docinhos, alimentos prontos, enlatados, fáceis de preparo...
    Cafés, guaranás em pó e refrigerantes - com cafeína para se manterem acordados.
    Hora de escovar os dentes?
    Pela manhã ao sair de casa, se não acordarem atrasados, já que quase não dormem.
    Café da Manhã?
    Esse realmente fica para o intervalo da escola, mais sanduíche!


    Voltando aos dentes e os adolescentes de 17, 18 anos...


    Se pensarmos no processo de desmineralização/remineralização do esmalte do dente-placa bacteriana*, o que vamos ter é uma porta aberta para doença cárie.


    Entenda o que acontece...






















    O que é essa tal Desmineralização X Remineralização do Dente???

    Vimos que a maior parte do esmalte do dente é constituído por MInerais e 
    Quando nos alimentamos...
    ...As bactérias presentes na boca, a saliva, presença do flúor, controle da placa bacteriana agem sobre o esmalte do Dente = Desmineralização X Remineralização...




    #
     #
    Processo Des X RE 
                        +Tipo da Dieta (Cariogênica) 
                                                          + Placa Bacteriana 
                                                                                  + Alta Frequencia Alimentação

    Desequilíbrio da Desmineralização/Remineralização= Risco Alto de cárie!

    #
      #

    Portanto, nestas 2 fases de 6,7 anos e 17,18 anos estes pacientes precisam estar sendo acompanhados por seus Odontopediatras, fazendo uma visita trimestral.

    Aos pais restam a tranquilidade, o incentivo, apoios constantes e a tentativa de conseguir levá-los a esta visita.


    Importante- Lembrete de dentista!
    Ao recebê-los em casa para estudar, deixar alimentação saudável, como sucos de frutas, frutas,iogurtes e um prato quente para a madrugada, evitando assim, gastrites, úlceras e as doenças cárie e periodontal. Manter uma rotina saudável na medida do possível.

    Pacientes que nunca tiveram cáries ou gengivites, periodontites, costumam
    nesta fase, apresentar 2 a 3 cáries, gengiva sangrando e até periodontite!
    Vamos atentar para isto.
     

    2 comentários:

    1. Super legal. O blog vai ser muito util para todos militantes da clinica referenciarem seus pacientes, assim como para o publico em geral. Boa sorte e muito sucesso.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Dr. Claudio,
        Prazer imenso, um comentário tão ilustre!!!!
        A gente adorou!!!
        Continue sendo a nossa companhia!

        Excluir