10 de jul de 2012

Já pode trocar de escova de dente???

A nossa escova de dentes faz parte da nossa rotina (ou deveria!), certo?!
Já virou um "processo mecânico..."
Acordamos com um bafinho de leão e corremos para o banheiro...

...Escovamos os dentes!


A gente faz tudo que nosso dentista ensina: escova os dentes e a língua após as refeições, usa fio dental, enxaguatório bucal...
Mas...sempre tem esse mas...
... Será que você usa, limpa e guarda a sua escova direitinho???

As escovas de dentes contêm muitas bactérias e vírus, por isso precisamos prestar um pouquinho mais de atenção nelas, certo?

  • Antes de começar a escovar os dentes...
  1. Lave bem as mãos com água e sabão;
  2. Faça um bochecho com água;
  3. Use o fio dental;
  4. Lave as mãos novamente;
Esses cuidados ajudarão a eliminar alguns resíduos antes da escovação!
  • Escovando os dentes:
  1. Escove os dentes com calma, devagar, não use força (evita o desgaste do dente por abrasão, além de conservar as cerdas da escova de dentes).




  • Após a escovação...

  1. Enxague bem a sua escova, lave todas as partes incluindo o cabo, de preferência com água morna;
  2. Não deixe a escova mergulhada em água permanentemente, pois é o ambiente ideal para a multiplicação das bactérias já presente nas cerdas;
  3. Bata de leve a escova na palma da mão para tirar o excesso de água entre as cerdas;
  4. Não seque a escova com toalhas de rosto ou de banho, provavelmente ela estará mais contaminada que a sua escova!
  5. Armazene a escova em posição vertical, em local claro e arejado para secar completamente;
  6. Não cubra as cerdas, nunca guarde a escova em estojos fechados, saquinhos ou locais escuros até que seque completamente (a umidade favorece a proliferação das bactérias);
  7. Caso esteja com alguma inflamação gengival ou qualquer doença bucal, faça uma assepsia na escova mais eficaz com antisséptico à base de clorexidina, ou água sanitária. Após o tratamento substitua a escova.

ATENÇÃO!!!

Dicas MUITO úteis:
*Não compartilhe sua escova.
*Não guarde a escova próxima á outra, evite que as cerdas se toquem (isso impede a transmissão dos germes).
*Substitua sua escova a cada três meses ou quando perceber que está desgastada, para manter a função de uma boa escovação.
*Após qualquer doença, independente da gravidade (desde um simples resfriado), troque sua escova de dentes para evitar contaminação.
*É importante lembrar de usar um tubo de pasta de dentes diferente quando estiver doente (utilize o tamanho viagem).
*Cuidado ao lançar mão de microondas ou  máquinas de lavar louças para higienizar escovas de dentes, pois pode danificá-las. Consulte o fabricante da sua escova para saber sobre a sua resistência em condições extremas de calor.

Nota: Muitos dentistas recomendam a esterilização ou uma limpeza mais eficaz para as escovas dentais. De fato, muitos estudos apontaram e comprovaram o crescimento de microorganismos diversos em escovas de dentes. No entanto, não há evidências CLÍNICAS de que utilizar uma solução antibacteriana para enxaguar as escovas de dentes possua um efeito benéfico para a saúde, embora o seu uso não provoque danos. Portanto, pode colocar umas gotas de antisséptico sobre as cerdas após o uso, mas lembre-se de lavar a escova antes de usá-la novamente!

Não importa se a sua escova é simples ou sofisticada, qualquer uma precisa de cuidado! Com alguns dias você vai perceber a diferença! 

Um comentário: